Como poupar sem se sacrificar em 2018?

Olá pessoal,

E será que é possível poupar sem sacrifícios? Ainda mais em tempos de crise?

Aqui vão algumas dicas de como podemos sofrer menos na hora de poupar e ter uma vida financeira mais saudável no dia-a-dia.  

Avalie os seus gastos

O primeiro passo para quem deseja economizar é avaliar como o seu dinheiro é utilizado. Saber exatamente o quanto recebe por mês e, principalmente, quanto e como gasta.

Corte o que é desnecessário

Tudo na ponta do lápis, mais organização e realidade. Quando você conhece bem seu orçamento fica mais fácil identificar as brechas que ele possa oferecer.

Os  gastos menores com lanches, deliverys ou mesmo um cafezinho não são considerados, mas fazem a diferença.

Ao saber o valor que eles somam, você consegue adequar os custos à sua realidade.

Poupe!

Quem está com as finanças azuis e consegue ter um dinheirinho sobrando, não existe nada melhor que poupar.

Além dos ideais 10% do salário para o futuro e emergências, aproveite para guardar o que puder. Uma boa forma de poupar sem ter tanta coceira nas mãos depois é planejar um objetivo maior: poupar para uma grande viagem internacional, um carro novo, um objeto de tecnologia de ponta, um imóvel.

Envolva a Família 

Ao antecipar a organização financeira da família, é possível fazer uma análise dos gastos do ano que passou e planejar mudanças para o ano todo. Com isso, acaba virando hábito de todos.

A melhor forma de envolvê-la e mostrar números e as possibilidades de melhoria. Coloque tudo no papel e reúna todos para mostrar detalhadamente todos os gastos. Venda a ideia de que juntos ficará mais fácil poupar. 

É possível manter o lazer e guardar dinheiro, sim!  

Mudar hábitos é o segredo, se conseguir mudá-los tudo fica mais fácil.

Então crie hábitos conscientes como, como sempre apagar a luz antes de sair de um cômodo ou trocar lâmpadas comuns pelas de LED. Acredite faz diferença na conta.

Tome banho mais curtos de 5 minutos no máximo. Ensaboe a louça toda e depois enxague. E por ai vai

Poupar dinheiro é uma daquelas tarefas fáceis de falar, mas difíceis de fazer. É preciso muito mais do que gastar menos, apesar dessa parte por si só já ser um desafio.

Consumo Consciente

Quando você comprar de forma consciente você evita dores de cabeça. Consumo demais só fazem as dívidas evoluir para uma bola de neve, portanto, sempre se questione se você realmente precisa ou é apenas um capricho ou moda.

O consumo consciente leva em conta, ao escolher os produtos que compra, o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca. Assim, o consumo consciente é uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta.

Então pense antes de comprar! Sem impulsos!E nada de modinhas.

Lembre-se que no começo do ano é uma boa hora de mudar hábitos para te ruma vida mais leve e organizada.

Espero que tenham gostado e quem em 2018 você insira novos hábito na sua vida. !

Bjs,

Débora Monique

Consultora de Organização/Coach Organizacional de Carreira e Pessoal

http://www.organizup.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *