Dicas de um Home Office produtivo.

 

Livrar-se do trânsito, almoçar dentro de casa, trabalhar descalço e “fazer o próprio horário” acaba sendo o sonho de consumo de muita gente. Porém é importante se organizar para fazer home office: trabalhar em casa também possui os seus percalços, porque é muito mais difícil manter o nível de produtividade e a procrastinação é um fantasma sentado bem ao seu lado e o limite tênue entre casa e escritório pode acabar com o seu sonho de se livrar de um trabalho produtivo em home office.

 

  • Casa é casa. Trabalho é trabalho– Não é porque você trabalha em casa que simplesmente vai pegar o notebook e se enfiar em qualquer canto e achar que está tudo bem. Tenha um espaço para montar a infraestrutura do seu escritório, a sede da sua empresa. Não precisa ser um espaço muito grande, mas precisa ser um espaço exclusivo para isso, com menos improviso e “monta/desmonta” possível.

 

  • Bata cartão– Estabeleça um horário e cumpra. Pode ser tanto o habitual 09 às 18h00, como pode ser um horário alternativo, mas que estabeleça limite e disciplina. Ter uma “agenda ou planner” como aquele velho e bom horário dos tempos de escola ajuda bastante e pode absorver ou mudar seu estilo de vida, adicionando compromissos como buscar as crianças na escola ou fazer academia às 3 da tarde sem culpa, sem transformar seu dia-a-dia num pandemônio.

 

  • Troque de roupa– Ninguém trabalha de pijama. Não precisa se vestir como um lorde, mas troque a roupa, penteie-se, até coloque sapatos, se precisar. Isso ajuda a estabelecer o limite entre estar em casa e estar no trabalho. Acredite o ritual de se arrumar para trabalhar faz bem e anima o seu dia.

 

  • Feche a porta– Se puder ter um escritório próprio, feche a porta. Se mora com mais pessoas, faça-as entender que este é seu horário de trabalho e deve ser respeitado. Afinal, sua faxineira não liga para a empresa para avisar que acabou o desinfetante.

 

  • Tenha uma boa cadeira– Parece uma bobagem, mas não é. Além de ter uma boa cadeira, cuide da ergonomia: verifique a altura da cadeira, da mesa, da posição do braço no mousepad. Não é por trabalhar em casa que você se livrará de uma lesão por esforço repetitivo.

 

  • Anote!– Teve a ideia espetacular para aquele projeto às onze e meia da noite? Não vá ao computador com suas pantufas. Anote! Deixe registrado num bloquinho, e no dia seguinte, comece a trabalhar a partir do horário que estipulou como expediente de trabalho.

 

  • Cuidado com as pequenas distrações– A liberdade pode ser uma tremenda armadilha, e o mundo multitarefa pode ser o seu carrasco! 5 minutos vendo um vídeo + 5 minutos colocando a roupa para lavar + 5 minutos atendendo uma chamada telefônica pessoal + 5 minutos no facebook e + 5 minutos de Whatsapp. Some todos estes 5 minutos no final do dia para perceber quanto tempo foi dedicado à leves distrações. Mas isso não quer dizer que você não pode ter pausas, muito pelo contrário. Pausas são recomendadas, alongamentos de hora em hora são bem-vindos. Porém, tenha muito controle sobre o tempo que é gasto para isso. Lembra-se que na escola você tinha aula e intervalos com hora marcada.

 

  • Vincule tarefas e horários– Estabeleça horários fixos para suas tarefas e otimize seu tempo. Por exemplo: sexta à tarde é um período mais tranquilo? Aproveite então para esvaziar a caixa de entrada dos e-mails e organizar pendências. Segunda de manhã? Nada mais lógico para organizar a semana inteira, observar contas a pagar e destinar horários para reuniões externas. Dessa forma, você evita o acúmulo de tarefas e  pontua a sua vida profissional com responsabilidades pré-agendadas.

 

  • Uma vez não são vezes– Todo mundo tem aquele dia que precisa trabalhar até mais tarde, ou mesmo virando a madrugada por conta de um projeto importantíssimo. Mas tenha em mente que sua vida profissional não pode comandar a sua vida fora do o horário estabelecido. É preciso dedicar tempo à família e aos amigos, e a si mesmo.

 

  • Tenha dois telefones– O ambiente pode ser um só, mas a função é duplicada. Então, se puder, mantenha números telefônicos distintos para a casa e para o escritório e vincule seu uso com o horário pré-determinado. Estabeleça que você desligará o celular profissional às 19 horas, por exemplo, e que não atenderá o aparelho pessoal durante o horário de trabalho.

 

  • Saia de casa– Acredite: não é difícil transformar sua rotina num itinerário quarto-escritório-banheiro-cozinha. Saia de casa, caminhe, tome sol, pratique atividades físicas. Além de ser saudável socializar-se, é bom para arejar as ideias. Mas não exagere, claro. Ninguém que tenha um mínimo de responsabilidade vai ao cinema numa terça à tarde sem um certo planejamento.

 

  • Faça Network – Com o tempo você começa a sentir saudade do almoço com os colegas e aquele cafezinho na copa do escritório. Sim, o home office é bem solitário, então eventualmente marque um almoço ou um café com um colega, amigo, cliente ou até mesmo fornecedor. Para trocar uma ideia e se atualizar sobre o mercado.

 

  • Calcule o tempo de seu trabalho– Para deixar o seu planejamento eficiente, calcule o tempo que gasta para concluir uma determinada tarefa e incorpore isso à sua rotina. Não adianta reservar uma hora do expediente para fazer um relatório, se na realidade você precisa de duas horas.

 

  • Esforce-se todos os dias– A disciplina é construída um dia de cada vez. Para mantê-la, é preciso esforço. Pense sempre nas vantagens e agradeça o privilégio de evitar males que diminuem a qualidade de vida de milhões de pessoas ao redor do mundo, como o tempo perdido no trânsito, a má alimentação na rua, aluguel de escritório. Reconhecer esta vantagem e manter-se alerta para merecê-la certamente fará com que sua vida profissional em seu lar, doce lar, seja muito bem-sucedida.

Espero que goste das dicas e que seu home office seja muito produtivo.

Até o próximo papo!

Débora Monique

Consultora de Organização e Coach

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *